INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Inteligência emocional é um conceito da psicologia que busca entender como o ser humano pode lidar com sua vida de uma forma mais equilibrada através das emoções. A discussão sobre a inteligência humana ampliou-se bastante a partir da teoria das múltiplas inteligências de Howard Gardner na década de 80.

Para Gardner, a capacidade cognitiva do ser humano não pode ser explicada através do conceito tradicional de inteligência. Para ele, o ser humano possui sete formas de inteligência: linguística, lógica matemática, musical, espacial, corporal-cinestésica, intrapessoal e interpessoal.

A partir de então, novos estudos foram realizados com o foco na inteligência ligada ao controle das emoções. É em 1995 que Daniel Goleman expande para o mundo o termo “inteligência emocional” através do livro de mesmo nome.

A inteligência emocional é a capacidade do ser humano em lidar com seus próprios sentimentos e os sentimentos dos outros, a capacidade de se motivar e gerenciar de forma equilibrada as próprias emoções e as relações interpessoais.
Segundo Daniel Goleman, para ter inteligência emocional, a pessoa precisa reconhecer e entender suas próprias emoções e sentimentos (ter autoconhecimento), possuir controle emocional (auto-regulação), ser capaz de se automotivar, reconhecer e ter empatia com os sentimentos dos outros e ter habilidade social, isto é, conseguir interagir bem socialmente.

A inteligência emocional é a maior responsável pelo sucesso profissional, é o que diversos estudos acadêmicos têm afirmado. Os grandes líderes destacam-se justamente pela capacidade de autoconhecimento e equilíbrio de suas emoções, além do bom relacionamento inter-pessoal que possuem.

Assim como as demais inteligências, a inteligência emocional também pode ser desenvolvida desde que a pessoa resolva aprender a compreender e gerenciar as suas emoções e desenvolva a empatia, isto é, a capacidade de se colocar no lugar do outro. Os benefícios do aumento da inteligência emocional não serão apenas no nível profissional, com certeza as emoções equilibradas tornam a vida da pessoa muito mais feliz.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *